Fity cria plano de contingência para a rede talentos de aço durante a pandemia COVID-19

A pandemia COVID-19 pegou todos de surpresa. E com a rede Talentos de Aço não foi diferente. Entretanto, a Fity agiu rapidamente para elaborar soluções aos seus licenciados. Um pacote com várias ações foi sugerido à rede:

  • A maneira de comunicação com os pais para confortá-los
  • A fidelização dos alunos mediante ao desconto da mensalidade
  • Programa de aulas on-line
  • Programa de torneios on-line

O sistema proposto poderia ser executado pela própria unidade ou pela empresa Fity, de maneira terceirizada. Cada escola fez a sua opção. As unidades que passaram à Fity a responsabilidade de execução do sistema, foram atendidas na parte administrativa pela sócia Regiane Reis e na parte pedagógica pelos professores da empresa Igor e Gabriel. A parte pedagógica contou também com a colaboração do coordenador da iniciação do Esporte Clube Bahia, Daniel Guimarães.

Durante meses Regiane conversou com os pais da rede talentos de aço para prestar o apoio necessário e para o esclarecimento de dúvidas. Do lado pedagógico a Fity aplicou um programa específico de aulas on-line, para espaços pequenos, de acordo com a faixa etária, de acordo com o nível do aluno (iniciante, intermediário e avançado) e centrado em três pilares didáticos: progressão pedagógica, aprendizagem e satisfação dos alunos. O conteúdo das aulas foi centrado em desenvolvimento da cidadania, no Método VI-VA (desenvolvimento motor) e nos fundamentos técnicos.

A rede talentos de aço também participou do Campeonato Internacional do Método VI-VA, uma competição de habilidades motoras básicas organizadas pela Fity. Várias escolas de Futebol marcaram presença virtual no torneio, assim como alunos de outros países.

Durante a pandemia a empresa Fity, em parceria com a universidade da Califórnia, desenvolveu um protocolo de segurança para a volta das aulas presenciais. Foi o único protocolo específico para escolas de futebol publicado em uma revista científica.

No documento foram propostas várias medidas de segurança para que não houvesse contaminação pelo coronavírus. Então, antes de as aulas presencias serem retomadas, os proprietários e os professores foram instruídos sobre os procedimentos que teriam que ser adotados nas escolas. Entre as mais importantes estavam:

  • Os pais não poderiam acompanhar os filhos nas aulas
  • Não haveria atendimento presencial na secretaria
  • Os alunos seguiriam 6 fases, de acordo com o nível de contaminação do vírus
  • Os alunos treinariam de máscara até a fase 5

A rede talentos de aço é uma das mais seguras do Brasil, porque é um das únicas que tem seguido o protocolo de segurança Fity. Em um país que está longe de resolver o problema da COVID-19, esse, é um grande diferencial.

Além do suporte fornecido aos licenciados da rede talentos de aço, a Fity, em parceria com a diretoria do Bahia, representada na pessoa do gestor Álvaro, remodelou o plano de negócio para a comercialização das escolas. O modelo se tornou muito atrativo para novos licenciados e a maior prova dessa afirmação é que em plena pandemia três novas unidades foram agregadas à rede: São Paulo – Guarulhos, São Paulo – Barueri e Espírito Santo – Serrinha.

Foi um atípico, muito difícil para a humanidade, mas tentamos desenvolver soluções e inovações para os licenciados e para os pais e alunos de nossas escolas. Com isso, mesmo que de maneira adaptada, conseguimos seguir em frente e torcemos para que a humanidade possa aprender as lições que essa pandemia nos trouxe.

Rolar para o topo