Fity é contratada pelo Corinthians pela implantação da metodologia e auxílio na gestão da rede Chute inicial

Nos últimos dias 20 e 21 foi realizado o Fórum da Rede de Escolas Chute Inicial Corinthians, quando foi apresentada a Metodologia de Treinamento desenvolvida pela empresa Fity. No dia 20 foi feita a apresentação de toda parte teórica da metodologia no anfiteatro do clube e no dia 21, de toda a parte prática, na “fazendinha”. O evento foi marcado pela presença marcante de várias escolas licenciadas..

Parte prática de treinamento da Metodologia realizada Fazendinha – Sport Club Corinthians Paulista

Durante o evento, o diretor de Esportes Terrestres do Corinthians, Fausto Bittar, fez uma proposta em público para que a empresa Fity desse continuidade no projeto da Rede. De acordo com Fausto Bittar, o Chute Inicial conta com mais de 110 unidades e este auxílio será de extrema importância. “A ideia é que a empresa Fity visite as escolas, a fim de auxiliar na implantação da metodologia e aproveite, também, para realizar uma auditoria para verificar como estas escolas estão se desenvolvendo. A partir das informações coletadas ajustes sejam serão feitos e ações serão implantadas e visando a melhoria da rede”.

A parceria com a Fity inclui, também, a coordenação da escola que funciona dentro do Parque São Jorge. A ideia é que a empresa responsabilize-se pelo treinamento dos professores e pelo desenvolvimento de um grupo de estudos aplicados, com implicações práticas tanto para a unidade sediada dentro do clube, quanto para o restante da rede.

O proprietário da empresa Fity, Luiz Rigolin, está muito contente e honrado com esta parceria: “A empresa Fity está extremamente feliz com esta parceria. O Corinthians é um dos maiores clubes do Brasil e do mundo. Esperamos desenvolver um trabalho de alta qualidade bem como o que vem sendo realizado na equipe de futebol profissional do Sport Club Corinthians Paulista, com a representatividade e com todos os títulos importantíssimos conquistados recentemente. O objetivo é que a Rede Chute Inicial não apenas se mantenha no nível em que está, mas que também aumente a qualidade geral de todas as unidades franqueadas.” Finalizou Rigolin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo